Consulta Alunos  

Imprimir

Palestra - Nanoquímica e Nanotecnologia: Rumo aos Têxteis do Futuro

Escrito por Webmaster. Publicado em Escola Secundária de Esmoriz

No dia 16 de Janeiro de 2018 decorreu, na biblioteca da Escola Secundária de Esmoriz, no âmbito da disciplina de Física e Química A, uma palestra subordinada ao tema “Nanoquímica e Nanotecnologia : rumo aos Têxteis do Futuro“ coordenada pela Professora Catedrática na Faculdade de Ciências da Universidade do Porto (FCUP) Cristina Freire e apresentada pela Professora / Investigadora Clara Pereira, com a colaboração de Tânia Pinto (Investigadora pós doutoramento) do Departamento de Química e Bioquímica da FCUP. A palestra contou com a participação de alunos das turmas A e B1 do 10º ano. A Professora Cristina Freire fez uma breve introdução ao tema salientando a importância do conhecimento no desenvolvimento da Ciência e evolução Tecnológica, referindo o papel de destaque que a Nanoquímica e a Nanotecnologia têm assumido na Indústria Têxtil e do Vestuário para a criação e desenvolvimento de novos produtos com um vasto leque de aplicações, desde o Desporto, Moda e Decoração até à Proteção, Transporte e Saúde. Em seguida a Professora Clara Pereira esclareceu o que são Nanociências e mostrou um pequeno filme ilustrativo e elucidativo das diferentes escalas do Universo e apresentou o significado do termo “nano”.

Imprimir

Voleibol - Juvenis Masculinos conquistam duas vitórias

Escrito por Webmaster. Publicado em Escola Secundária de Esmoriz

No passado dia 13 de dezembro, a equipa de voleibol masculina da Escola Secundária de Esmoriz, teve a sua primeira concentração na Escola Secundária da Gafanha da Nazaré. Conquistaram duas vitórias, frente à escola anfitriã, vencendo por 3-0, e frente à escola Secundária José Estevão, vencendo por 0-3. Os rapazes contaram com o apoio de um ex-aluno da nossa escola! Parabéns!

Imprimir

O 11.º E – Curso Profissional Técnico de Multimédia – foi ao Porto

Escrito por Webmaster. Publicado em Escola Secundária de Esmoriz

Ir à “leal cidade, donde teve / Origem – como é fama – o nome eterno / De Portugal” é um dever de qualquer cidadão, quanto mais de uma aluno que estuda a cultura e a arte, mesmo dos cursos profissionais. Só que valorizar o que é nosso, o nosso património, bom, isso é para os outros. E eram tantos os estrangeiros com que nos cruzávamos pelas ruas do Porto. Começámos pela gare de S. Bento, ponto de encontro por excelência onde as objetivas disparavam em todas as direções à procura da melhor imagem. Mas nós estávamos noutra – a aula não pode continuar aqui. E esta foi a regra durante o percurso artístico e cultural pelas encostas acima, a caminho da Sé, e abaixo, até à Ribeira, num passeio por ruas marcadamente cosmopolitas mas estreitas, escuras e tortuosas.